Câmara aprova projeto que prevê campanhas de conscientização sobre vacinas, HPV e câncer – Notícias

[ad_1]

07/11/2023 – 20:42  

Zeca Ribeiro/Câmara dos Deputados

Soraya Santos, relatora da proposta

A Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira (7) projeto de lei que prevê a distribuição de informações pelo governo federal às empresas com mais de 50 empregados sobre campanhas oficiais de vacinação, sobre o papilomavírus humano (HPV) e sobre os cânceres de mama, de colo do útero e de próstata.

Devido às mudanças, o Projeto de Lei 4968/20 retorna ao Senado para nova votação.

O texto aprovado é um substitutivo da deputada Soraya Santos (PL-RJ), baseado na redação aprovada pela Comissão de Trabalho, de autoria da deputada Fernanda Pessoa (União-CE). A mudança feita por Soraya foi o aumento de 10 para 50 empregados.

A alteração foi justificada pela relatora devido à novidade da iniciativa. “É uma experiência nova e devemos testá-la com empresas que tenham mais estrutura para o desempenho de tão importante papel, reservando ao futuro novas avaliações”, disse.

Essas informações distribuídas ou aquelas obtidas por meio de fonte indicada pelo Poder Executivo, conforme orientações e recomendações do Ministério da Saúde, deverão ser repassadas aos trabalhadores, seja por meio de quadro de avisos, mensagens eletrônicas, impressos, abordagem pessoal e outros métodos.

As regras serão incluídas na Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) e preveem ainda que as empresas poderão promover ações afirmativas de conscientização sobre essas doenças, além de orientar seus empregados sobre o acesso aos serviços de diagnósticos.

Dias para exames
Atualmente, a CLT já permite a ausência do trabalho por até 3 dias em cada 12 meses para a realização de exames preventivos do câncer.

Aproveitando a mesma quantidade de dias de ausência, o texto permite seu uso também para a realização de exames preventivos do papilomavírus humano (HPV).

Saiba mais sobre a tramitação de projetos de lei

Reportagem – Eduardo Piovesan
Edição – Pierre Triboli

[ad_2]

Com informações Agência Câmara

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

Leia também

Fale com a redação