Tocantins é Rota Nacional do Turismo de Aventura; Timbó é Capital do Cicloturismo — Senado Notícias

[ad_1]

O presidente em exercício Geraldo Alckmin sancionou nesta quarta-feira (23) duas a leis com objetivo de impulsionar o turismo em duas regiões. Ambas foram publicadas no Diário Oficial da União. A Lei 14.658 institui o estado do Tocantins como Rota Nacional do Turismo de Aventura, Ecológico, Rural, de Sol e Praia Doce, de Vivência, Cultural e Religioso. Já a Lei 14.659 confere ao município de Timbó, localizado em Santa Catarina, o título de Capital Nacional do Cicloturismo. 

A lei que reconhece Tocantins como Rota Nacional do Turismo de Aventura, Ecológico, Rural, de Sol e Praia Doce, de Vivência, Cultural e Religioso é oriundo do projeto (PL) 5.141/2019, da ex senadora Kátia Abreu. “O Tocantins também é rico em história e cultura. Nas Serras Gerais, o turista entra em contato direto com a memória do estado, tem a oportunidade de conhecer a trajetória do desenvolvimento local, suas festas religiosas e patrimônio histórico. Cachoeiras, grutas e cavernas, cânions também estão entre os atrativos dessa região”, disse a autora da proposta. 

O objetivo da rota é desenvolver o potencial turístico regional e local; fomentar o empreendedorismo e a inovação das atividades turísticas; promover o crescimento econômico local, sustentável e inclusivo; e valorizar os atrativos naturais e culturais.

Cicloturismo

A lei que concede a Timbó o título de Capital Nacional do Cicloturismo é oriunda do projeto (PL) 5.227/2019, do senador Esperidião Amin (PP-SC). “Dentro do Vale Europeu, encontra-se o Circuito Vale Europeu de Cicloturismo, que é um percurso sinalizado, com mais de 300 quilômetros de extensão. De trajeto circular, o circuito passa por nove municípios, iniciando e terminando em Timbó. Já recebeu mais de 2.500 cicloturistas que, ao longo de sete dias de pedaladas, exploram a arquitetura e a gastronomia alemã na parte baixa e as cachoeiras e montanhas na parte alta”, argumentou Amin, lembrando que o cicloturismo estimula a economia local e é uma atividade sustentável.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

[ad_2]

Com Agência Senado

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

Leia também

Fale com a redação