Proposta obriga empresas de segurança a realizarem cursos de capacitação contra racismo e LGBTFOBIA

A deputada Lia Gomes (PDT) apresentou Projeto de Lei que obriga as empresas de segurança privada a realizarem cursos de capacitação relacionados aos Direitos Humanos, combate ao racismo e a LGBTFOBIA para seus trabalhadores.

Segundo a parlamentar, os profissionais envolvidos diretamente em operações de vigilância, controle e pressão, além de serem aptos a cumprir requisitos essenciais para o exercício da função, devem estar psicologicamente preparados e intelectualmente formados no que se refere à prática dos direitos humanos, ao combate ao racismo e a identidade de gênero e orientação sexual.

As diversas violações aos direitos humanos, aos crimes de racismo e por orientação sexual e identidade
de gênero são fatos conhecidos e sistematicamente reproduzidos em nosso cotidiano. Na perspectiva de
que essas violências se reproduzem nas mais diversos espaços e formas, cumpre prevenir e combater seus
efeitos em nosso cotidiano.

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

Leia também

Fale com a redação