Projeto estimula uso da energia solar na administração pública federal – Notícias

[ad_1]

05/03/2024 – 12:44  

Zeca Ribeiro/Câmara dos Deputados

Ricardo Ayres: medida será vantajosa para as contas públicas

O Projeto de Lei 318/24 determina que pelo menos 80% da energia elétrica consumida pelos órgãos da administração pública federal, incluindo autarquias e fundações, deve vir de fonte solar. A proposta está em análise na Câmara dos Deputados.

Para garantir a efetivação do percentual mínimo, o projeto prevê três instrumentos:

  • os órgãos poderão investir na geração própria, inclusive nas modalidades de microgeração e minigeração distribuída;
  • celebrar, no mercado livre, contratos de fornecimento de energia elétrica produzida a partir da fonte solar; e
  • usar uma combinação das duas formas de suprimento.

Vantagens
O deputado Ricardo Ayres (Republicanos-TO), autor da proposta, afirma que o uso de fonte solar traz inúmeros benefícios para a administração pública, como garantir a plena sustentabilidade da eletricidade consumida e combater as mudanças climáticas.

“A medida será também vantajosa para as contas públicas, pois ocasionará a redução das despesas da União com energia elétrica”, disse Ayres.

Próximos passos
O projeto será analisado, em caráter conclusivo, nas comissões de Administração e Serviço Público; de Minas e Energia; de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Reportagem – Janary Júnior
Edição – Marcia Becker

[ad_2]

Com informações Agência Câmara

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

Leia também

Fale com a redação