Para Marcos Pontes, CPMI do 8 de Janeiro foi tomada pelos governistas — Senado Notícias

[ad_1]

O senador Astronauta Marcos Pontes (PL-SP), em pronunciamento no Plenário nesta quarta-feira (23), afirmou que a Comissão Parlamentar Mista de Inquérito do 8 de Janeiro, que investiga as invasões ocorridas às sedes dos três Poderes em Brasília, foi tomada pelos governistas. Para ele, isso prejudica o funcionamento correto da CPMI e impede que a população conheça a verdade completa. Ele criticou também o fato de a oposição não ter ficado com nenhuma presidência das comissões permanentes.

— Quero lembrar que essa comissão foi constituída com a finalidade de a gente saber exatamente o que aconteceu no dia 8 de janeiro, doa a quem doer. É importante que isso seja colocado. Não é questão de esquerda, de direita. Essa comissão foi feita para isso, e não para se defender um lado, simplesmente — observou.

Pontes criticou também a inelegibilidade do ex-presidente Jair Bolsonaro, determinada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em função de reunião com embaixadores. O senador também mencionou a operação da Polícia Federal dentro do Senado e o mandado de busca e apreensão no gabinete do senador Marcos do Val (Podemos-ES), dizendo que esses eventos recentes não têm o poder de intimidar a população brasileira, mas sim de fortalecer.

— Se prestar atenção em nossas relações interpessoais, assim como na história nacional ou internacional, você não vê o caso de algum lado utilizar influência, tempo, esforço, força para tentar mudar alguma coisa que não tem importância. Ou seja, se existe tudo isso acontecendo no Brasil, é porque o lado daqueles que tentam colocar o caos no nosso país é um lado que tem medo da força que os valores da nossa população representam.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

[ad_2]

Com Agência Senado

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

Leia também

Fale com a redação