Márcio Jerry pede desculpas a Julia Zanatta e é abvsolvido pelo Conselho de Ética – Notícias

[ad_1]

27/09/2023 – 16:23  

Vinicius Loures/Câmara dos Deputados

Processo contra Jerry foi arquivado por 10 votos contra 5

O Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara aprovou relatório que absolve o deputado Márcio Jerry (PCdoB-MA). Em abril deste ano, numa reunião da Comissão de Segurança Pública da Câmara, Jerry aproximou-se por trás da deputada Julia Zanatta (PL-SC) e disse “pelo menos 40 anos de mandato” próximo ao seu ouvido, se referindo à deputada Lídice da Mata (PSB-BA), objeto da discussão naquele momento.

A representação foi apresentada pelo Partido Liberal dois dias depois, junto com declaração da deputada de que nunca havia dado liberdade ao deputado maranhense, nem o conhecia. A imagem e o vídeo da cena foram usados para sustentar a denúncia.

Mas o relator do processo, deputado Ricardo Maia (MDB-BA), votou pela absolvição de Marcio Jerry. Ele deixou uma mensagem ao deputado. “Márcio, às vezes o ‘ceder’ ou o ‘abaixar a cabeça e pedir uma desculpa’ não é falta de hombridade, às vezes é você poder reconhecer que foi um erro e não gerar um estopim político e levar ao Conselho de Ética”, disse Maia.

Segundo a deputada Julia Zanatta, o episódio poderia não ter chegado ao processo no Conselho de Ética, mas ela foi chamada de criminosa e produtora de fake news, inclusive pelo próprio Marcio Jerry, por denunciar o que considerou uma importunação.

“Falaram ‘respeite 40 anos de mantado”, que ele falou sobre a deputada Lídice. E o meu mandato? Ele pode ser desrespeitado como foi? Da maneira que ele fez?”, questionou.

Pedido de desculpas
Na reunião do Conselho, o deputado Marcio Jerry afirmou que nada do que houve em seu comportamento caracteriza importunação sexual ou violência política de gênero, mas pediu desculpas à deputada.

“Eu já pedi e reitero à senhora pedido de desculpas pelo que isso gerou, porque a repercussão que isso tem gerou problemas para a senhora, claro, como gerou a mim também”, disse Jerry.

“Sinteticamente, reafirmo minha convicção absoluta de não ter tido intenção nenhuma, naquela abordagem, de ofender a senhora deputada. O que fiz naquele debate foi para defender a deputada Lídice da Mata.”

O parecer do deputado Ricardo Maia pela absolvição do deputado Marcio Jerry foi aprovado por 10 votos a 5.

Outros processos
Outros nove processos por quebra de decoro que estavam na pauta da reunião do Conselho de Ética foram retirados devido à ausência dos relatores.

Reportagem – Luiz Cláudio Canuto
Edição – Ana Chalub

[ad_2]

Com informações Agência Câmara

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

Leia também

Fale com a redação