Deputado quer o atendimento prioritário para pessoas com Transtorno do Espectro Autista durante consultas

Começa a tramitar na Assembleia Legislativa do Ceará Projeto de Lei do deputado Leonardo Pinheiro que obriga o atendimento prioritário para pessoas com Transtorno do Espectro Autista (TEA) durante consultas em hospitais públicos, privados e clínicas no Ceará. Os estabelecimentos deverão inserir nas placas de atendimento preferencial o símbolo mundial de conscientização do transtorno do Espectro Autista.

“O foco é garantir os direitos dos autistas, contribuindo com a sua inclusão na nossa sociedade e assegurando o tratamento adequado às suas necessidades. É de extrema importância o atendimento preferencial, pois é uma condição que afeta a interação social e, ao depender do grau, a espera excessiva na fila pode desencadear uma crise que pode incluir choro, gritos ou a fuga da realidade”, justifica o parlamentar.

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

Leia também

Fale com a redação