Dep. Alcides Fernandes propõe sistema digital de identificação funcional para agentes de segurança pública

Objetivo é criar um documento de identificação funcional em formato eletrônico, reunindo todas as informações necessárias dos profissionais

Começa a tramitar na Assembleia Legislativa do Ceará um Projeto de Lei que propõe implantar um sistema digital de identificação funcional para policiais penais, policiais militares e bombeiros militares.

De autoria do deputado Alcides Fernandes (PL), o objetivo é criar um documento de identificação funcional em formato eletrônico, reunindo todas as informações necessárias dos profissionais quando solicitadas por autoridades competentes, durante o serviço e fora dele.

O novo sistema também vai integrar dados sobre o porto de armas do agente, aprimorando a segurança e a eficiência na identificação dos profissionais.

“Uma das principais vantagens desse novo sistema é que o porte eletrônico da identificação funcional dispensará a necessidade do uso do documento físico, assim como o documento de porte de arma de fogo. Isso significa que os agentes de segurança não precisarão mais carregar esses documentos de forma física, simplificando sua rotina e reduzindo a exposição a riscos desnecessários”, ressalta o parlamentar.

O acesso ao porte eletrônico será verificado por meio de aplicativos de smartphones que permitem a leitura de QR Code ou outras tecnologias de identificação biométrica, garantindo a autenticidade das informações.

De acordo com a proposta, a implementação desse sistema trará benefícios significativos aos agentes de segurança pública, principalmente em situações em que estão fora de serviço. A identificação funcional eletrônica proporcionará mais segurança e tranquilidade durante deslocamentos, evitando que sejam reconhecidos e expostos a riscos, mesmo quando não estão em uniforme.

O projeto conta com o apoio de parlamentares e visa garantir a segurança dos agentes de segurança pública, além de proporcionar mais agilidade e eficiência na identificação dos profissionais, contribuindo para a construção de um ambiente mais seguro para todos.

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

Leia também

Fale com a redação