Congresso recebe iluminação verde pela conscientização sobre doações de órgãos e asfixia perinatal – Notícias

[ad_1]

28/09/2023 – 14:44  

Cleia Viana/Câmara dos Deputados

O prédio do Congresso Nacional foi iluminado de verde na última terça-feira (26) para comemorar o Dia Nacional da Doação de Órgãos e o Mês de Conscientização da Asfixia Perinatal, chamado de Setembro Verde Esperança.

A asfixia perinatal é a terceira causa de morte entre recém-nascidos em todo o mundo, conforme a Organização Mundial da Saúde (OMS). Além disso, é uma das principais causas de lesões cerebrais permanentes em bebês nascidos entre 37 e 42 semanas de gestação.

A asfixia perinatal ocorre quando falta oxigênio para o bebê durante o parto ou logo após o nascimento. Segundo a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), cerca de 10% dos recém-nascidos e mais de 60% dos prematuros precisam de ventilação pulmonar na sala de parto para restabelecer a respiração.

Doação de Órgãos
Já o Dia Nacional da Doação de Órgãos busca conscientizar a sociedade sobre a importância da doação e incentivar as pessoas a conversarem com familiares e amigos sobre o tema.

A legislação atual prevê que, mesmo com a decisão individual de a pessoa ser doadora, a palavra final é da família.

Atualmente tramitam na Câmara dos Deputados mais de 50 propostas para mudar essa realidade, muitas alteram a Lei 9.434/1997 para tornar toda pessoa doadora de órgão, desde que não haja manifestação em contrário. É a doação presumida.

Recentemente, a esposa do apresentador Faustão, Luciana Cardoso, e o filho dele, João Silva, estiveram na Câmara para demonstrar apoio à doação presumida. Internado em agosto para tratar uma insuficiência cardíaca, Fausto Silva entrou na fila de transplantes e recebeu um novo coração no final do mesmo mês.

Da Redação – ND

[ad_2]

Com informações Agência Câmara

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

Leia também

Fale com a redação