Congresso recebe iluminação amarela para alertar sobre a endometriose – Notícias

[ad_1]

12/03/2024 – 19:26  

Pierre Triboli/Câmara dos Deputados

Cúpulas do Congresso Nacional estão iluminadas de amarelo na noite desta terça-feira

O Congresso Nacional será iluminado de amarelo de hoje (12) a sexta-feira (15) pelo Dia Nacional de Luta contra a Endometriose, celebrado em 13 de março. A iluminação foi pedida pela deputada Daniela do Waguinho (União-RJ).

A doença é caracterizada pela presença do endométrio fora do útero. O endométrio é a camada que reveste internamente a cavidade uterina e é renovada mensalmente por meio da descamação durante o fluxo menstrual.

No Brasil, cerca de 10 milhões de mulheres sofrem graves consequências da endometriose, segundo dados do Ministério da Saúde. Os principais sintomas são cólica durante o período menstrual, dor durante as relações sexuais, dor e sangramento intestinais e urinários durante a menstruação, e dificuldade de engravidar.

Diagnóstico
O diagnóstico é feito por meio de exame ginecológico clínico, que pode ser confirmado por exames laboratoriais e de imagem. Entretanto, se realizado tardiamente, pode levar à infertilidade.

O desconhecimento da doença, mesmo por parte de profissionais da área de saúde, pode fazer com que uma mulher demore de 7 a 12 anos para ser diagnosticada.

A doença regride espontaneamente com a menopausa, devido à queda na produção dos hormônios femininos e o fim das menstruações.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que quase 180 milhões de mulheres enfrentam a endometriose no mundo. Só no Brasil, a doença afeta cerca de 7 milhões de mulheres, algo como uma a cada dez brasileiras em idade reprodutiva.

Da Assessoria de Imprensa da Câmara dos Deputados

[ad_2]

Com informações Agência Câmara

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

Leia também

Fale com a redação