Câmara analisa projeto que uniformiza aplicação de juros para dívidas contratuais; acompanhe – Notícias

[ad_1]

19/03/2024 – 19:06  

A Câmara dos Deputados analisa agora o Projeto de Lei 6233/23, do Poder Executivo, que uniformiza a aplicação de juros nos contratos de dívida sem taxa convencionada ou em ações responsabilidade civil extracontratual (perdas e danos).

O relator, deputado Pedro Paulo (PSD-RJ), elaborou substitutivo que faz pequenos ajustes no texto.

Segundo o governo, o Poder Judiciário tem aplicado, por falta de consenso, a taxa Selic ou taxa real de 1% ao mês devido à pouca clareza no Código Civil sobre qual usar.

Zeca Ribeiro/Câmara dos Deputados

Deputado Pedro Paulo, relator do projeto

Com a definição do projeto, será usada uma média da taxa de um dos títulos de dívida emitidos pelo Tesouro Nacional. Esta taxa será aplicável nas seguintes situações:

– mútuos (empréstimos de coisas) com fins econômicos sem taxa convencionada;

– juros pelo atraso (mora) no cumprimento de uma obrigação negocial se as partes não estipularam outra taxa;

– responsabilidade civil decorrente de ato ilícito; e

– perdas e danos de modo amplo em que as partes envolvidas sequer tiveram a oportunidade de firmar um contrato.

Urgência aprovada
No início da sessão do Plenário, foi aprovado requerimento de urgência para o Projeto de Lei 3874/23, do deputado Max Lemos (PDT-RJ), que proíbe a compra e o porte de armas de fogo e munições por quem tenha registro de agressão contra mulher em inquérito e processo judicial.

Esse projeto poderá ser votado nas próximas sessões do Plenário, sem precisar passar antes pelas comissões da Câmara.

Mais informações em instantes

Assista ao vivo

Reportagem – Eduardo Piovesan
Edição – Pierre Triboli

[ad_2]

Com informações Agência Câmara

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

Leia também

Fale com a redação